quinta-feira, 7 de julho de 2011

"Uma Mentira Que Insistimos em Acreditar"




Há algumas coisas que ouvimos sempre, e pela repetição, acabamos por acreditar. Em discussões sobre política sempre tem alguem pra dizer que Sao os pobres, analfabetos e mal informados que votam em políticos corruptos e de ma índole. E muito cômodo dizer e acreditar nisso, se voce nao analisar o assunto do ponto de vista "comercial" da política. E olha que nao estou me referindo apenas a política "terceiro-mundista" praticada aqui nessas terras tupiniquins, estou me referindo ao "modus operandi" da política em geral.Veja o que diz o professor Noam Chomsky a respeito do financiamento de campanha: "Enquanto isso, o custo das campanhas eleitorais segue incrementando-se e isso obriga as partes a irem profundamente aos bolsos dos setores corporativos onde está o dinheiro. Espera-se que as próximas eleições, em 2012, custem ao redor de 2 bilhões de dólares. Dê uma olhada na administração Obama e se dará conta que esteve incorporando executivos ao seu governo. São os que têm acesso ao financiamento das corporações que vão comprar as eleições. As eleições estão convertendo-se em uma mera farsa dirigida pela indústria das relações públicas. É um esforço de marketing, estão dizendo abertamente. Na realidade, Obama ganhou o prêmio da indústria da publicidade pela melhor campanha de marketing em 2008, sabe-se exatamente do que se trata o assunto. Bem, tudo isso é uma espécie de círculo vicioso. Aumenta a concentração da riqueza, incrementa o poder político, que atua para aumentar ainda mais a riqueza." Quem doa para uma campanha eleitoral tem seus interesses, e isso será cobrado. O grande doador pagou para que o candidato dissesse aquilo que o povo quer ouvir, o povo ouviu, acreditou naquilo e votou no político. Agora eleito ele vai defender os interesses de quem o deu a oportunidade de mostrar sua cara e suas idéias na mídia. Não se engane, e uma engrenagem que funciona perfeitamente: as poderosas organizações precisam de projetos que as favoreçam, o político precisa de dinheiro para fazer uma campanha cara e bem planejada, que possa leva-lo ao poder, e aí vem a parte mais obscura; as promessas políticas se alimentam da pobreza, da miseria e falta de educação da população. Por isso e tão difícil que projetos que atendam essas áreas sejam aprovados no congresso. Os interesses dos grandes doadores raramente coadunam com os anseios da população. Esse discurso corrente de que o povo nao sabe votar, sem querer bancar o esquerdista, e um discurso muito aceito em todas as classes sociais e na mídia, mas francamente, esconde uma mentira escrachante. Vejo gente considerada "formador de opinião" com esse discurso pronto. Buscar a gênese do problema poucos buscam, ou voce acha que aquele cidadão que esta preocupado com a próxima refeicao, tem tempo ou neuronios para debater sobre política e o poder do marketing em sua mente e barriga vazia? Vejo diariamente comerciais de empresas que passam uma imagem de "responsabilidade Social" e na verdade Sao os culpados por muitos desmandos que vemos sair das câmaras municipais, estaduais e do congresso nacional. Precisamos parar com essa luta de classes e começar a cobrar dessas grandes corporações e consequentemente dos doadores de campanha, responsabilidade pelos seus atos. O governo, com o perdão do uso da palavra, e uma "prostituta", tem seu valor estipulado, mas se alguem oferecer mais, ele se vende facilmente.