quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Ausência... (por @danisgorlon)

Hoje, mais uma vez estou postando um texto da minha amiga Danielle Sgorlon, ou Dani, como eu a chamo. Admiro essa menina de mais, ela é uma pessoa iluminada, por isso quero compartilhar com vocês esse texto lindo, que só uma pessoa plena de sentimentos pode conceber. Boa leitura. 

Ausências...
Essências...
Presenças...

Esperanças que se renovam...
Emoções que se comprovam...
Tempestades e bonanças...
Tanto tempo e tanta espera...
Tanta espera e pouco encontro...
As almas que se buscavam...
Nalgum caminho se perderam...
E não há percurso que leve...
Ao amor que já se fora...
Ao sentimento perdido...
Em algum canto esquecido...
Abandonado... Isolado...

A ausência dói na alma...
Uma lágrima que rola...
Rola e cai de uma só vez...
Mas aquele que a faz cair...
Não percebe a dor que causa...
Não percebe o sofrimento...
As dores e amarguras...
Nada do que se passa...
Os sentimentos que traça...
Nesse caminho imperfeito...
Caminho de estradas tortas...
Estradas vãs e perdidas...
Onde a essência da vida...
Perdeu-se em algum trecho...

Ausências...
Essências...
Presenças...

Tanta procura no tempo...
Um tempo que passa incessante...
Os ponteiros do relógio...
Nunca param de bater...
“É a lei da vida”, dizem alguns...
“É viver”, dizem outros...
Mas nada supera ou consola...
O sentimento ferido...
O coração destruído...
Que no caminho ficou...
Depois de um tempo o que resta...
Apenas ausência, mais nada...
Uma ausência incontida...
Daquela dor ressentida...
Uma dor que não se mede...
Uma dor que não se esquece...
Não se perde nem se abafa...
Uma saudade... Uma falta...
Daquele colo que se queria...
Daquele abraço que se pedia...
Daquele amor... E da alegria...
Apenas a ausência ficou...