segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Seja O Protagonista!



"Cada um de nós é o astro, o herói e oprotagonista de nossa própria história.
A melhor forma de viver é lançarmos
nossas próprias decisões
e seguirmos nossas próprias convicções.
Cada qual deve sentir-se livre para ser o que é.
Preocupar-se demasiadamente
com o que os outros pensam
jamais fará uma pessoa feliz."
(Daisaki Ikeda)




Recentemente tenho notado com uma maior freqüência pessoas reclamando de diversas situações do cotidiano; reclamam dos seus empregos, do chefe, dos políticos, dos transportes públicos e até mesmo de amigos, colegas e familiares.
No entanto, quando perguntamos para alguém nessas condições o que ela está fazendo para melhorar essa situação, muitos chegam a ficar até bravos.
As respostas mais comuns são: "não posso fazer nada, o ambiente em que nasci não permite", "os políticos são todos corruptos, meu voto não fará nenhuma diferença," "o transporte público sempre será péssimo," " não há o que fazer".
Quando agimos desta maneira, estamos agindo apenas como espectadores não como protagonistas, o que nascemos para ser. Ninguém pode decidir como será nossa vida a não ser nós mesmos.
Sei que é mais cômodo apenas viver o que tem pra ser vivido, a mudança exige coragem, não somos muito afeitos ao desconhecido.
Desejar mudar uma situação é o princípio primordial de uma atitude positiva. Querer mudar e mudar para melhor é o que se espera de cada indivíduo. Não podemos mais esperar por super-heróis para transformar nossas realidades. 
Se as pessoas deixarem essa mania de reclamar e passarem a pensar que a mudança só pode ser feita dentro de cada um, em breve partiremos para as atitudes positivas que se esperam e assim estaremos mudando nossas realidades e a realidade da humanidade, pois o que fazemos individualmente ecoa no Universo.
Não estou aqui dizendo que mudar paradigmas enraizados na mente seja tarefa fácil, ainda mais em um país como o Brasil, onde as pessoas em sua maioria não são educadas a terem atitudes pró-ativas, ao contrário, estão acostumadas a serem reativas, ou seja, deixam as coisas acontecerem para só depois ver o que se pode fazer.
Assim mesmo, não devemos esperar que aconteça uma mudança radical em nossa gente de uma hora para outra, como eu disse em um post outro dia, Mude a Si Mesmo e Estará Mudando o Mundo. 
Sejamos criativos, inventemos o nosso novo.






Luciano Nunes Assunção.