quarta-feira, 24 de julho de 2013

O dinheiro não é um ídolo, é um direito!

A Ciência para ficar Rico

A visita do Papa Francisco ao BRASIL tendo como principal objetivo a jornada da mundial da juventude está sendo um espetáculo para a mídia, um sucesso. Seja você católico ou não, acabará tendo muitas informações sobre a visita do pontífice. 
Opiniões a parte, gosto do "jeitão" desse Papa, parece mais humano, deixou aquela aura de "semideus" que outros papas sempre utilizavam.
 Em sua homilia na cidade de Aparecida do Norte, São Paulo, o Papa atacou algumas formas de idolatria: "Hoje, mais ou menos todas as pessoas, e também os nossos jovens, experimentam o fascínio de tantos ídolos que se colocam no lugar de Deus e parecem dar esperança: o dinheiro, o poder, o sucesso, o prazer", declarou. "Frequentemente uma sensação de solidão e de vazio entra no coração de muitos e conduz à busca de compensações, destes ídolos passageiros", insistiu. 
Quando li a matéria no Estadão on line, me propus tecer alguns comentários a respeito de como o papa se referiu ao dinheiro, tratando-o como um ídolo. Não duvido que para alguns seja, mas precisamos ter um olhar crítico a respeito desta fala de Vossa Santidade. Se o dinheiro é um ídolo, porque a igreja é tão rica? 
O dinheiro deve ser buscado por todos aqueles que almejam ter uma vida plena. A Igreja Católica sempre condenou a riqueza, fazendo com que pessoas simples se conformassem com uma vida árdua e cheia de privações, enquanto a cúpula da igreja vive em castelos rebocados a ouro. Não existe aí uma incongruência? 
Precisamos mudar nossa mentalidade, ser rico não é pecado, nem todo rico é uma pessoa má, claro que em todas as classes existem pessoas ruins. Mas a riqueza ainda é uma das melhores maneiras de se ajudar primeiramente a si mesmo e depois ao próximo.
É com dinheiro que você pode cuidar da saúde, pagar por uma boa educação, se vestir bem, cuidar do visual, praticar esportes, viajar para lugares maravilhosos e enriquecer sua cultura.
É tendo muito dinheiro que se pode ajudar as pessoas que você ama, com a riqueza podemos agradar as pessoas com bons presentes, ajudá-las a realizar seus sonhos, fazendo com que elas e nós sejamos felizes.
Com dinheiro o bastante podemos ajudar o mundo em sua evolução, com riqueza e prosperidade é que se pode realizar, de outra maneira é impossível.
Acredito do fundo do meu coração que toda pessoa, instituição ou seja lá o que for que tente fazer com que as pessoas acreditem que o dinheiro é um mal, está totalmente equivocada ou na pior das hipóteses mal intencionada.
Desejar ter muito dinheiro para assim ter um vida plena e abundante é desejo do nosso Criador para cada um de nós, haja vista o "crescei e multiplicai-vos" bíblico. 
Sendo assim, discordo totalmente do Papa a esse respeito, vejo grandes qualidades em sua pessoa, mas também vejo respingos de uma instituição que durante séculos tem tentado barrar o avanço da humanidade em direção a abundância para todos e ao crescimento intelectual e mesmo espiritual.