quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Ser Criança.

Escola Rural
Hoje dia da criança me peguei pensando sobre minha infância, pois, como nasci no ocaso da década de 70, tive a oportunidade de viver um pouquinho a grande transformação que o Brasil passava naquela época. Política e social, e por que não cultural.
Até a década de 70 o Brasil era um país rural, os governos militares se sucediam no poder e a igreja católica reinava absoluta por aqui.
Nasci numa pequena cidade do interior do estado do Paraná, e depois de algum tempo fui morar numa propriedade rural, então minha infância foi distante de tudo aquilo que a maioria absoluta das nossas crianças estão acostumadas. Por exemplo, não tive pré-escola, já entrei direto na primeira série do ensino fundamental. Na escola rural onde estudei até a terceira série a classe era dividida para duas turmas, a primeira e segunda, e na outra a terceira e a quarta. Se você fosse um cara esperto poderia cursar duas classes ao mesmo tempo. 
Dia da criança na escola rural era muito gostoso, cada criança levava um bolo, um doce e fazíamos a festa, com brincadeiras e muita "comilança".
Não tenho muitas recordações da minha primeira infância, foi um tempo de muitas privações, mas também de muita liberdade, muitas brincadeiras e inocência. Acho que esse tempo que vivi na zona rural me fizeram ser o cara que sou hoje, me ajudaram a formar o alicerce do meu caráter.
Como eu disse, o país passava por transformações, e aos 11 anos de idade minha família resolveu se mudar para São Paulo, e cá estou eu até hoje, lá se vão 20 anos. 
Neste dia da criança me lembro com saudades de um tempo em que as crianças gostavam de ser o que eram, em que as brincadeiras eram saudáveis e os presentes por mais simples que fossem eram sempre bem vindos. Bom, acho que estou ficando velho. 
Feliz dia da Criança.